Bem-Vindo, Visitante
Username: Password: Lembrar-me

Pesquisa no Fórum

  • Página:
  • 1

TÓPICO: Cientistas criam película para tablets e smartphones que protege retina humana

Cientistas criam película para tablets e smartphones que protege retina humana 09 Set 2013 20:53 #202569

:seta Vídeo da matéria

Cientistas espanhóis desenvolveram uma tela protetora para smartphones e tablets que protege a retina dos usuários da luz led que os dispositivos emitem.

O protetor ocular, denominado Reticare já está à venda na Espanha e é fruto de várias pesquisas realizadas por uma equipe da universidade Complutense, que estoudou os efeitos tóxicos da luz led na retina humana.

No projeto participaram mais de 100 pesquisadores, 1.500 colaboradores e 25 entidades públicas e privadas. Para chegar ao resultado, os cientistas realizaram experimentos no que expunham células de epitélio pigmentário da retina de doadores humanos a luz led direta em diferentes intensidades durante 72 horas (12 horas de luz, doze de escuridão e assim sucessivamente). Assim, 93 % das células morriam quando não tinham proteção, enquanto 90 % sobreviviam quando estavam sob a proteção do filtro.

A película está disponível na Espanha quatro níveis de proteção (baixa, média, alta e intensa) e pode ser comprada em função da idade do usuário e das horas de exposição. Sua venda está prevista para outros países em breve e o custo é de 12,95 euro para smartphones e 18,95 para tablets.


Fonte: Agência EFE


Espero que apareçam também películas protetoras para GPS's.
  • Fábio M.
  • Moderador
  • Fábio M.'s Avatar
  • OFFLINE
  • Postagens: 3366
  • Agradecimentos: 1239
  • Registro em: 20/10/2011
    Ult. Visita: 05/12/2016
Pesquise sempre! O fórum tem um acervo enorme com dúvidas respondidas. Evite abrir novos tópicos, utilize os tópicos já existentes.
Não crie uma nova mensagem para agradecer, clique apenas em 'Agradecimento' se a resposta lhe foi útil.
O administrador desabilitou o acesso público de escrita.

  • Página:
  • 1
Time to create page: 0.298 seconds