Bem-Vindo, Visitante
Username: Password: Lembrar-me

Pesquisa no Fórum

  • Página:
  • 1

TÓPICO: Google compra empresa do app de trânsito Waze

Google compra empresa do app de trânsito Waze 12 Jun 2013 06:09 #195548

11 de junho de 2013

Segundo a gigante de buscas, a empresa vai continuar suas operações em Israel; o valor da aquisição não foi revelado

Após uma série de rumores, o Google confirmou nesta terça-feira, 11, a compra da empresa israelense responsável pelo bem-sucedido aplicativo Waze, um GPS que mostra as condições do trânsito em tempo real com base na captura de dados e informações de seus 47 milhões de usuários.

“Estamos animados com a perspectiva de melhorar o Google Maps com os recursos de atualização de tráfego fornecidos pelo Waze e de melhorar o Waze com os recursos de busca do Google”, disse Brian McClendon, vice-presidente de geolocalização no blog da empresa. De acordo com a gigante de buscas, a equipe de desenvolvimento de produto da Waze vai permanecer em Israel e operar separadamente.

“Na prática, nada vai mudar aqui no Waze. Nós manteremos nossa comunidade, marca, serviço e organização – a hierarquia, as responsabilidades e os processos da equipe continuarão os mesmos”, disse no blog do Waze Noam Bardin, CEO da empresa. “As mesmas pessoas do Waze vão continuar a colaborar com você, e nós continuaremos a inovar nosso produto e nossos serviços, tornando-os mais sociais, funcionais e úteis aos motoristas diários.”

Justificando a razão da venda, o executivo afirmou que escolher o caminho de um IPO (abertura pública de ações) para obter recursos poderia desviar as atenções da empresa para banqueiros, advogados e para a “felicidade de Wall Street”. “Decidimos que preferiríamos gastar o nosso tempo com vocês, a comunidade do Waze”, disse.

De acordo com Bardin, o Google está comprometido a ajudá-los a atingir seu objetivo comum e a lhes conceder a independência e os recursos de que necessitam para serem bem-sucedidos.

O valor da aquisição não foi revelado. No domingo, 9, o jornal israelense Globes informou que a empresa iria comprar o Waze por US$ 1,3 bilhão; na segunda-feira, 10, uma fonte próxima revelou a mesma quantia à Reuters. No mês passado, o jornal israelense Calcalist havia dito que o Facebook estava perto de comprar a empresa pelo valor de US$ 1 bilhão, a fim de expandir sua base de usuários.

O Waze foi eleito o aplicativo do ano pela Apple em 2012. O sistema cruza GPS com rede social e sugere a melhor rota ao usuário com base na situação atual do trânsito, informada em tempo real por seus usuários motoristas – que podem enviar alertas sobre engarrafamentos, radares, acidentes, postos policiais e obras.

Além de integração com Facebook e o Foursquare, o Waze, que possui vários aspectos de interação social, também permite contato direto com outros usuários e a possibilidade de compartilhar o seu deslocamento por SMS ou e-mail com quem não possui o app.

Eventos. Na semana passada, o Waze lançou sua versão 3.7 para iOS e Android. Dentre as novas funções do app, destaca-se a integração com os eventos do Facebook. A nova versão ajuda o usuário a lembrar dos eventos nos quais confirmou presença na rede social e a chegar ao local marcado.

Ao acessar o Waze pelo Facebook Connect, os eventos pessoais da rede social são sincronizados com o aplicativo e aparecem com 48 horas de antecedência. Também é possível acompanhar outros amigos conectados que vão ao mesmo evento e ver, caso não estejam na opção “invisível”, quanto tempo eles demorarão para chegar.


Fonte: O Estado de S. Paulo
  • Fábio M.
  • Moderador
  • Fábio M.'s Avatar
  • OFFLINE
  • Postagens: 3366
  • Agradecimentos: 1239
  • Registro em: 20/10/2011
    Ult. Visita: 01/12/2016
Pesquise sempre! O fórum tem um acervo enorme com dúvidas respondidas. Evite abrir novos tópicos, utilize os tópicos já existentes.
Não crie uma nova mensagem para agradecer, clique apenas em 'Agradecimento' se a resposta lhe foi útil.
O administrador desabilitou o acesso público de escrita.
Os seguintes usuários disseram Obrigado: Sherlock, BOCANNERA

Google compra empresa do app de trânsito Waze 14 Jun 2013 19:39 #195708

4 motivos pelos quais o Google comprou o Waze

11 de Junho de 2013

Aplicativo de navegação e mapas é um dos mais populares do mundo e se torna parte da estratégia do Google

O Mashable organizou uma lista com quatro motivos pelos quais o Google se interessou no app. Confira a seguir:

Não há muitas empresas de software de mapeamento
O Waze praticamente não tinha concorrentes reais pelo orçamento restrito de uma start-up. A empresa tem 110 empregados, fornecendo um serviço que é inviável para pequenas empresas de 15 funcionários, o que já elimina o surgimento de novos concorrentes. Além da mão-de-obra, também é necessário tempo e uma comunidade ativa de usuários para acertar este tipo de serviço.

Outro motivo que impede o surgimento de startups nesta área é a dificuldade de produzir mapas e o medo da competição com o próprio Google.

Google ainda não tem uma rede social de peso
O Google diz que o Google+ já tem 500 milhões de pessoas, mas a porcentagem deste número que realmente é usuária ativa do serviço é limitada. O Mashable vê a comunidade ativa do Waze como um ganho para o Google, já que o aplicativo fornece uma camada social em plataformas móveis, o que é bastante atraente.

Mapas são cada vez mais importantes
Segundo Julie Ask, vice-presidente da Forrester Research, consultoria que analisa o mercado de tecnologia, os softwares de mapas já estão lado a lado com e-mail e browsers em termos de funcionalidade. Os usuários parecem ter se acostumado nos últimos anos a confiarem no Google Maps.


Movimento defensivo
A aquisição foi uma forma de impedir que os concorrentes Apple e Facebook ganhassem força no setor. A empresa da maçã até tem o Apple Maps, embutido no iOS 6, mas a rede social de Mark Zuckerberg ainda não tem um recurso estabelecido de mapas.

O que o Facebook tem é praticamente um Foursquare, no qual o usuário pode fazer um check-in, mas não pode planejar rotas. E privar a rede social de ter o Waze ao seu lado dá ao Google uma boa vantagem. Se o app não trouxer inovações para o Google Maps, pelo menos ficará longe das mãos dos rivais.


Fonte: Olhar Digital
  • Fábio M.
  • Moderador
  • Fábio M.'s Avatar
  • OFFLINE
  • Postagens: 3366
  • Agradecimentos: 1239
  • Registro em: 20/10/2011
    Ult. Visita: 01/12/2016
Pesquise sempre! O fórum tem um acervo enorme com dúvidas respondidas. Evite abrir novos tópicos, utilize os tópicos já existentes.
Não crie uma nova mensagem para agradecer, clique apenas em 'Agradecimento' se a resposta lhe foi útil.
O administrador desabilitou o acesso público de escrita.

Google compra empresa do app de trânsito Waze 17 Jun 2013 14:20 #195865

Olá, pessoal.


Se o Federal Trade Commission (FTC) não se parecer com o nosso Conselho Administrativo de Defesa Econômica - CADE, (que tem entre outras funções apurar o abuso do poder econômico), o Google poderá enfrentar problemas; veja: parte final do texto jornalístico.

NNunes.


"Conselho Administrativo de Defesa Econômica
Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
O Conselho Administrativo de Defesa Econômica (CADE) é uma autarquia federal brasileira que tem como objetivo orientar, fiscalizar, prevenir e apurar abusos do poder econômico, exercendo papel tutelador da prevenção e repressão do mesmo.
O CADE tem o papel de julgar sobre matéria concorrencial os processos encaminhados pela Secretaria de Direito Econômico do Ministério da Justiça e a Secretaria de Acompanhamento Econômico do Ministério da Fazenda. Desempenha os papéis preventivo, repressivo e educativo, dentro do mercado brasileiro.
São instituições com funções semelhantes e equivalentes àquelas do CADE, em outros países, o Federal Trade Commission (FTC) nos Estados Unidos da América, a Office of Fair Trade (OFT) no Reino Unido, a Australian Competition and Consumer Commission (ACCC) na Austrália. Esses órgãos, assim como o CADE, também tutelam os direitos dos Consumidores. A Direção-Geral de Concorrência da Comissão Européia é responsável pela defesa da concorrência Comunitária.
"


"Google amplia hegemonia com a rede Waze


Serviço de mapas, comprado por US$ 1 bi, tem como trunfo geolocalização dos usuários

BRUNO ROMANI
COLABORAÇÃO PRA A FOLHA

Após uma disputa com Apple e Facebook, o Google desembolsou mais de US$ 1 bilhão, na semana passada, pelo Waze, um serviço de mapas que se alimenta de informações postadas pelos seus 50 milhões de usuários.

O valor do negócio, quarto maior da história do Google, indica a crescente importância dos serviços de geolocalização na estratégia dos gigantes da tecnologia. Em jogo estão os dados de usuários, que podem ser transformados em propagandas ainda mais específicas de companhias perto da localização física marcada pela pessoa.

Com o aumento do número de donos de smartphones --no Brasil, a penetração dos aparelhos dobrou no ano passado, segundo o Ibope--, o volume das informações produzidas por usuários de mapas deve crescer, pois serviços do tipo são populares em dispositivos móveis.

Ao comprar a empresa israelense, o Google, já líder no serviço, garantiu uma importante vitória sobre os concorrentes, sufocando os planos de outras companhias ganharem espaço. Enquanto a Apple sofre com o seu sistema, o Facebook só permite fazer check-in em lugares, mas sem planejar rotas.

"O Waze é o único competidor razoável ao Google Maps no espaço móvel", disse Noam Bardin, executivo-chefe do Waze, em abril.

Dado o crescimento do abismo entre Google e a concorrência, a gigante pode ter dificuldades para concretizar o negócio, que pode ser barrado em órgãos que regulamentam o comércio nos EUA.".

Fonte: Folha de S. Paulo, 17/06/2013
  • NNunes
  • Moderador
  • NNunes's Avatar
  • OFFLINE
  • Postagens: 1834
  • Agradecimentos: 725
  • Registro em: 15/09/2011
    Ult. Visita: 03/12/2016
O administrador desabilitou o acesso público de escrita.
Os seguintes usuários disseram Obrigado: Sherlock
  • Página:
  • 1
Time to create page: 0.305 seconds