Bem-Vindo, Visitante
Username: Password: Lembrar-me

Pesquisa no Fórum

Assuntos Diversos
  • Página:
  • 1

TÓPICO: Japão cria GPS com margem de erro reduzida a centímetros

Japão cria GPS com margem de erro reduzida a centímetros 22 Jun 2017 14:41 #274275

Inauguração do novo sistema de localização será em 2018.
Margem de erro praticamente zerada possibilita novas aplicações.




Os japoneses vão inaugurar, em 2018, um sistema de localização por GPS muito mais preciso, com uma margem de erro reduzida a centímetros.

O foguete que levou o novo satélite foi lançado da base de Tanegashima, no Sul do Japão. Quem diria que algo que vai tão alto, fica orbitando no espaço, ajuda tanto a nossa vida aqui embaixo.

O sistema de GPS, que já existe há mais de 30 anos, é fundamental em várias áreas: nos orienta no trânsito, ajuda na navegação marítima, no transporte aéreo, na segurança de cargas nas estradas. Ninguém se perde com os satélites enviando informações de posicionamento.

O GPS que a gente conhece funciona bem, mas os japoneses acreditam que podem desenvolver um sistema melhor. O que existe hoje tem uma margem de erro de dez metros, ou seja, os satélites não fazem distinção se dobra uma esquina ou se está em outro ponto. O que os japoneses estão fazendo é reduzir essa margem de erro de dez metros para dez centímetros.
O GPS hoje é possível com informações enviadas por satélites geoestacionários, que ficam parados orbitando sobre pontos fixos na Terra. O sistema japonês será diferente: serão quatro satélites ao todo, três sempre em movimento, fazendo um traçado em forma de oito.

Um ficará parado sobre Tóquio. Assim, mudando de posição, os especialistas garantem que não haverá área de sombra, sem sinal, por exemplo, em locais cercados por prédios muito altos.

Com a margem de erro praticamente zerada, também vai ser mais fácil desenvolver outras aplicações: os carros que rodam sozinhos, sem motorista, terão mais precisão; ficará mais segura a entrega de mercadorias por drones; e até encontrar pessoas desaparecidas, como idosos, problema grave num país com uma população que envelhece rápido.
Por enquanto, dois satélites foram lançados, mas a promessa é que em 2018 o japonês já terá um GPS para chamar de seu.


[]
  • Luixx
  • Usuário Platinum
  • São Paulo/SP - Brasil
  • Luixx's Avatar
  • OFFLINE
  • Postagens: 336
  • Agradecimentos: 893
  • Registro em: 13/04/2011
    Ult. Visita: 05/01/2018


Faça uma doação de qualquer valor e ajude a manter o GPSPoint no ar!

Motorola Moto E
Samsung Galaxy J7

iGO Gift Pack (SD Card) - v.14/06/2017
Multilaser Tracker III
IGO Primo Infinity 3.8 by cozzi
Última Edição: 22 Jun 2017 15:50 por Fábio M.. Razão: YouTube / Luixx, edite a mensagem e retire essa indicação de edição
O administrador desabilitou o acesso público de escrita.
Os seguintes usuários disseram Obrigado: Fábio M.

Japão cria GPS com margem de erro reduzida a centímetros 22 Jun 2017 15:48 #274276

O GPS hoje é possível com informações enviadas por satélites geoestacionários, que ficam parados orbitando sobre pontos fixos na Terra

Na verdade, os vários sistemas existentes hoje não utilizam satélites geoestacionários (que giram em torno da Terra na mesma velocidade de rotação da mesma, o que os torna aparentemente estacionários). Utilizam-se satélites que giram a grandes velocidades e a baixas altitudes, fazendo com que cada um deles dê uma volta completa em torno do planeta em doze horas (se não me falha a memória).
Mas existem sistemas mais perfeitos, onde são utilizadas estações fixas, para correção da posição fornecida pelos satélites em órbita.
O que os japoneses aparentemente vão fazer é colocar um satélite estacionado sobre o Japão e outros 3 fazendo órbitas que beneficiam os usuários de lá.
Vai ser coisa para japonês usar. O resto do mundo vai continuar com o GPS americano, o Glonass, o Galileo e o Beidou, sistema chinês.
Os dois primeiros já estão operacionais para o mundo todo. Os outros dois ainda não. Os chineses prometem cobertura global em 2020.

Nota: o sistema japonês, o QZSS (Quasi-Zenith Satellite system - a sigla refere-se ao tipo de órbita dos satélites) não é um sistema autônomo. Ele trabalha em conjunto com o sistema GPS existente. Por outro lado, segundo matérias que eu li, 4 satélites não serão suficientes para cobrir toda a região. Existem planos de elevar para 7 satélites o sistema QZSS.
Já o Indian Regional Navigation Satellite System (IRNSS) é um sistema autônomo, projetado e implementado pelos indianos, e que já conta com 7 satélites em órbita e dois no solo, de reserva. Este promete ser mais acurado que o sistema americano, mas é para uso na Ìndia.

Abs
  • luizcarlosrio
  • Moderador
  • luizcarlosrio's Avatar
  • OFFLINE
  • Postagens: 2131
  • Agradecimentos: 1088
  • Registro em: 04/07/2011
    Ult. Visita: 16/01/2018
Por favor, não me envie msg privada pedindo ajuda, pergunte aqui no fórum. Minha resposta lhe foi útil
e você faz questão de agradecer? Não escreva uma msg agradecendo, apenas aperte o botão. :)
Última Edição: 22 Jun 2017 17:32 por luizcarlosrio.
O administrador desabilitou o acesso público de escrita.
Os seguintes usuários disseram Obrigado: Luixx, jorgeultra, Astrologico

Japão cria GPS com margem de erro reduzida a centímetros 22 Jun 2017 15:53 #274277

www.tecmundo.com.br/...a-60-centimetros.htm

www.digitaltrends.co...t-generation-of-gps/

Essas matéria são de 2011. Tratam do sistema GPS III americano, para uso militar e civil. O projeto atrasou e deve ser lançado o primeiro satélite em 2018.

Abs
  • luizcarlosrio
  • Moderador
  • luizcarlosrio's Avatar
  • OFFLINE
  • Postagens: 2131
  • Agradecimentos: 1088
  • Registro em: 04/07/2011
    Ult. Visita: 16/01/2018
Por favor, não me envie msg privada pedindo ajuda, pergunte aqui no fórum. Minha resposta lhe foi útil
e você faz questão de agradecer? Não escreva uma msg agradecendo, apenas aperte o botão. :)
Última Edição: 22 Jun 2017 16:07 por luizcarlosrio.
O administrador desabilitou o acesso público de escrita.
Os seguintes usuários disseram Obrigado: Luixx, jorgeultra

Japão cria GPS com margem de erro reduzida a centímetros 22 Jun 2017 16:36 #274281

É, a Globo está meio atrasada. Este lançamento do Michibiki-2 (nome do satélite) foi no dia 01/06/2017.
Agora, quanto a precisão de 10m do GPS americano, isto é para os usuários civis. Se não me engano para uso militar norte-americano a precisão já é de centímetros há muitos anos atrás, me corrijam se eu estiver errado.
  • Watson3642
  • Intermediário
  • Watson3642's Avatar
  • OFFLINE
  • Postagens: 64
  • Agradecimentos: 107
  • Registro em: 23/08/2015
    Ult. Visita: 21/11/2017
O administrador desabilitou o acesso público de escrita.
Os seguintes usuários disseram Obrigado: Luixx

Japão cria GPS com margem de erro reduzida a centímetros 22 Jun 2017 17:27 #274284

Watson

Você está correto. A precisão do sistema GPS americano é ainda maior, de milímetros, mas os equipamentos são caríssimos.

Os deslocamentos das placas tectônicas são medidas por GPS.
  • Fábio M.
  • Moderador
  • Fábio M.'s Avatar
  • OFFLINE
  • Postagens: 3526
  • Agradecimentos: 1411
  • Registro em: 20/10/2011
    Ult. Visita: 07/01/2018
Pesquise sempre! O fórum tem um acervo enorme com dúvidas respondidas. Evite abrir novos tópicos, utilize os tópicos já existentes.
Não crie uma nova mensagem para agradecer, clique apenas em 'Agradecimento' se a resposta lhe foi útil.
O administrador desabilitou o acesso público de escrita.
Os seguintes usuários disseram Obrigado: Luixx, Watson3642

Japão cria GPS com margem de erro reduzida a centímetros 22 Jun 2017 17:40 #274285

Complementando a mensagem do Fábio M:

"Existem diferentes receptores GPS, desde diversas marcas que comercializam soluções "tudo-em-um", até os externos que são ligados por cabo ou ainda por bluetooth. Geralmente categorizados em termos de demandas de uso em Geodésicos, Topográficos e de Navegação. A diferenciação entre essas categorias, que a princípio pode parecer meramente de preço de aquisição é principalmente devido à precisão alcançada, ou seja a razão da igualdade entre o dado real do posicionamento, e o oferecido pelo equipamento. Sendo os mais acurados, com valores na casa dos milímetros, os receptores Geodésicos são capazes de captar as duas frequências emitidas pelos satélites (L1 e L2), possibilitando assim a eliminação dos efeitos da refracção ionosférica. Os topográficos, que tem características de trabalho semelhantes à categoria anterior, porém somente captam a portadora L1, também possuem elevada precisão, geralmente na casa dos centímetros. Ambas as categorias tem aplicações técnicas, e características próprias como o pós-processamento, o que significa que geralmente não informam o posicionamento instantaneamente (exceto os modelos RTK, modo cinemático).
No caso da categoria de maior uso, a de navegação, embora possua menor precisão de posicionamento, tem inúmeras vantagens como o baixo preço de aquisição e inúmeras aplicações, onde vê-se uma infinidade de modelos, tanto aqueles que integram diversos equipamentos como computadores de mão, celulares, relógios, etc., como aqueles dedicados exclusivamente ao posicionamento GPS, onde também encontramos aplicações para uso do dado de posicionamento em outros equipamentos como notebooks, rastreadores de veículos, etc.
Actualmente com a convergência de dispositivos, existem muita variedade de Pocket PCs com GPS interno. Estes têm a vantagem de se poder escolher o software que se pretende utilizar com eles."

Fonte: Wikipedia Portugal

Abs
  • luizcarlosrio
  • Moderador
  • luizcarlosrio's Avatar
  • OFFLINE
  • Postagens: 2131
  • Agradecimentos: 1088
  • Registro em: 04/07/2011
    Ult. Visita: 16/01/2018
Por favor, não me envie msg privada pedindo ajuda, pergunte aqui no fórum. Minha resposta lhe foi útil
e você faz questão de agradecer? Não escreva uma msg agradecendo, apenas aperte o botão. :)
Última Edição: 22 Jun 2017 17:41 por luizcarlosrio.
O administrador desabilitou o acesso público de escrita.
Os seguintes usuários disseram Obrigado: Luixx, Watson3642
  • Página:
  • 1
Time to create page: 0.939 seconds