Bem-Vindo, Visitante
Username: Password: Lembrar-me

Pesquisa no Fórum

Assuntos Diversos
  • Página:
  • 1

TÓPICO: A parcela maior de culpa é do consumidor brasileiro que compra

A parcela maior de culpa é do consumidor brasileiro que compra 24 Jul 2013 16:05 #198265

Olha abaixo a afirmação do engenheiro.

NNunes.



"Para Furas, o consumidor latino-americano é quem paga mais caro para ter um carro no mundo, em termos comparativos, e deveria ter segurança na mesma medida de compradores europeus, norte-americanos e asiáticos: "Compare os preços e vocês verão que na Europa os carros são mais baratos e oferecem maior proteção. Então, na proporção, estamos pagando muito mais caro, seja em imposto, lucro ou falta de segurança", concluiu."

carros.uol.com.br/no...so-do-latin-ncap.htm
  • NNunes
  • Moderador
  • NNunes's Avatar
  • OFFLINE
  • Postagens: 1840
  • Agradecimentos: 725
  • Registro em: 15/09/2011
    Ult. Visita: 11/12/2016
O administrador desabilitou o acesso público de escrita.
Os seguintes usuários disseram Obrigado: Sherlock

A parcela maior de culpa é do consumidor brasileiro que compra 24 Jul 2013 17:23 #198273

NNunes

E o Governo, que deveria estabelecer padrões mínimos de segurança para um veículo rodar em nossas estradas, faz o que ?
Redução de IPI igual para todo mundo!

Se tivesse alguma preocupação com a sociedade o que poderia faze r?
Não atingiu padrão mínimo de segurança? Suspendam-se as vendas até que sejam feitas mudanças e novos testes
Atingiu? A montadora não fez mais do que sua obrigação
Superou? Conceda-se o benefício de redução de IPI, para que a montadora que investiu mais (em segurança) seja compensada por tal investimento. Estou certo que a queda na arrecadação de impostos seria em muito compensada pelo aumento da segurança obtido (menos despesas hospitalares, menos problemas de trânsito caudados por acidentes, etc)

Mas para quem vive a realidade de viagens de helicóptero e aviões da FAB ...
a sociedade (e o NCAP) que se lasque !

Sherlock
  • Sherlock
  • Gerente
  • Sherlock's Avatar
  • OFFLINE
  • Postagens: 5958
  • Agradecimentos: 8101
  • Registro em: 04/09/2010
    Ult. Visita: 28/11/2016
Faça uma doação de qualquer valor e ajude a manter o GPSPoint no ar!
O administrador desabilitou o acesso público de escrita.
Os seguintes usuários disseram Obrigado: NNunes

A parcela maior de culpa é do consumidor brasileiro que compra 24 Jul 2013 18:21 #198281

Nnunes

Não sei se a matéria citada por vc é a mesma que acabo de ler no UOL ( carros.uol.com.br/no...so-do-latin-ncap.htm ), mas o título deste tópico não está de acordo com a opinião desse mesmo Furas e um tal Brooks, contida no trecho abaixo:

"DE QUEM É A CULPA
Ainda de acordo com o relato de Brooks, que cita ter ouvido engenheiros e médicos, entre outros especialistas, os culpados pelo que chamou de "tragédia nacional" são os carros produzidos em território brasileiro com "soldas mais fracas, itens de segurança escassos e materiais de qualidade inferior, quando comparados com modelos similares fabricados para os consumidores americanos e europeus".

Furas afirmou que a culpa nunca deve ser repassada ao comprador, na verdade vítima sob qualquer ponto de vista. "O consumidor brasileiro não está acostumado a comprar carro usando a segurança como critério, mas não se pode culpá-lo, uma vez que do modelo básico e pelado ao topo da gama, já equipado com itens de segurança, a diferença de valores pagos pode variar entre 25% e 30%", diz o diretor do NCAP a UOL Carros.

Esta culpa deve recair sempre sobre a montadora, ainda que possa ser dividida com o governo e com órgãos de trânsito, que no Brasil se omitem da obrigação de fiscalizar as condições de segurança dos veículos produzidos -- a ponto de sequer manterem um laboratório público de testes em território nacional, situação indicada pelo texto do AP e confirmada a UOL Carros por Furas. "Mesmo na Europa, onde os preços são mais justos, o consumidor não cobra segurança, obrigação que é do governo e das autoridades do sistema viário. No Brasil, como o Governo não cuida disso, as montadoras são negligentes e o consumidor fica sem ação", conclui."


De minha parte, confesso que a última coisa que vou fazer antes de comprar um carro é exigir da fábrica um atestado de que a qualidade das soldas do modelo que eu vou comprar é igual à dos modelos produzidos na Europa.

Abs
  • luizcarlosrio
  • Moderador
  • luizcarlosrio's Avatar
  • OFFLINE
  • Postagens: 2017
  • Agradecimentos: 926
  • Registro em: 04/07/2011
    Ult. Visita: 10/12/2016
Por favor, não me envie msg privada pedindo ajuda, pergunte aqui no fórum. Minha resposta lhe foi útil
e você faz questão de agradecer? Não escreva uma msg agradecendo, apenas aperte o botão. :)
Última Edição: 24 Jul 2013 18:28 por luizcarlosrio.
O administrador desabilitou o acesso público de escrita.
Os seguintes usuários disseram Obrigado: NNunes

A parcela maior de culpa é do consumidor brasileiro que compra 24 Jul 2013 19:40 #198289

luizcarlosrio,


A matéria é a mesma. O título do tópico "A parcela maior de culpa é do consumidor brasileiro que compra." é criação minha, ou seja, relacionado ao assunto tratado na matéria, todavia, não proferida por quaisquer dos personagens envolvidos nela. Acho isso por quê? Na medida em que sei que o carro "X" ou "Y" não conseguiu nenhuma estrela num teste como este, evidentemente, que o senso comum recomenda não adquirir tais produtos. Mas, não é o ocorre na prática. Existem no mercado carros chineses com freios ABS e air bag duplo, completinhos da Silva, mas o consumidor prefere comprar aqueles "pelados" que a Montadora propagandeia aos quatro ventos que é fácil de vender, é dinheiro na mão. Ora, os ítens citados são ítens de segurança, portanto, a bem da verdade nenhum produto que não os contivessem poderia ser comercializado. Mas, os carros reprovados não o foram por inexistência desses ítens, mas porque a estrutura é fragilíssima.

Há algum tempo, acho que numa matéria trazida aqui pelo Sherlock, diversos carros nos EUA foram reprovados, ora por fragilidades na estrutura, ora por não ter o air bag lateral, pois o que se viu no teste é que sem o item o boneco deslizava com a cabeça por cima do air bag frontal e batia com a cabeça na coluna.

Resumindo: se o consumidor tem opção de comprar um automóvel com ítens de segurança indispensáveis e prefere comprar um somente com cinto de segurança, é o que me leva a concluir que "a parcela maior de culpa é do consumidor brasileiro que compra."

NNunes.
  • NNunes
  • Moderador
  • NNunes's Avatar
  • OFFLINE
  • Postagens: 1840
  • Agradecimentos: 725
  • Registro em: 15/09/2011
    Ult. Visita: 11/12/2016
Última Edição: 12 Ago 2013 21:20 por NNunes.
O administrador desabilitou o acesso público de escrita.

A parcela maior de culpa é do consumidor brasileiro que compra 24 Jul 2013 20:10 #198295

Resumindo: se o consumidor tem opção de comprar um automóvel com ítens de segurança indispensáveis e prefere comprar um somente com cinto de segurança, é o que me leva a concluir que "a parcela maior de culpa é do consumidor brasileiro que compra."

NNunes

Sem querer polemizar, mas já polemizando, visto que o assunto é polêmico em si, eu diria que a frase acima me lembra muito uma dita por Maria Antonieta, a dos Brioches.

Se vc leu a matéria toda (existem muitas outras em vários jornais tratando do assunto ), deve ter lido que a existência de Air Bag e freio ABS não é garantia de que o carro X é mais seguro que o carro Y. O próprio projeto do veículo é fator determinante.
Li não sei onde que esses carros chineses 'completinhos' que vc cita são os piores no ítem segurança.

Não sei onde vc se situa entre os consumidores de carros (classe A, B, C, D...), mas eu, quando comprei meu último automóvel, em novembro de 2011, precisei abrir mão de freio abs e air bag por pura falta de grana. E não escolhi som ou outra firula qualquer. A única coisa da qual eu não podia abrir mão era o ar condicionado, sem o qual a vida no Rio de Janeiro, no verão, é uma amostra do que deve ser o inferno. Por outro lado, a fábrica pagar 70 dólares por um sistema de air bag e cobrar 2.000 reais por ele certamente não pode ser imputado, como culpa, ao comprador.

Falando em segurança, todo comprador de carro nas grandes cidades brasileiras deveria exigir blindagem (no nível máximo). A possibilidade de ser assaltado é maior do que a possibilidade de sofrer um acidente de trânsito.

Abs
  • luizcarlosrio
  • Moderador
  • luizcarlosrio's Avatar
  • OFFLINE
  • Postagens: 2017
  • Agradecimentos: 926
  • Registro em: 04/07/2011
    Ult. Visita: 10/12/2016
Por favor, não me envie msg privada pedindo ajuda, pergunte aqui no fórum. Minha resposta lhe foi útil
e você faz questão de agradecer? Não escreva uma msg agradecendo, apenas aperte o botão. :)
Última Edição: 24 Jul 2013 20:12 por luizcarlosrio.
O administrador desabilitou o acesso público de escrita.

A parcela maior de culpa é do consumidor brasileiro que compra 24 Jul 2013 21:19 #198298

luizcarlosrio escreveu:
Li não sei onde que esses carros chineses 'completinhos' que vc cita são os piores no ítem segurança.

Luiz,

Os carros chineses citados, no caso refiro-me ao "excluído para não configurar propaganda", que há algum tempo era o mais barato de mercado, no seguimento popular, vinha com freios ABS e air bag duplo, itens que só vinham nos carros nacionais considerados de luxo. Eis a questão: comprar um carro desse, completo e mais barato, ou adquirir um outro nacional sem nada (só cinto de segurança) e muito, mais muito mais caro, sob os auspícios de que é dinheiro no bolso na hora de vender.

NNunes.
  • NNunes
  • Moderador
  • NNunes's Avatar
  • OFFLINE
  • Postagens: 1840
  • Agradecimentos: 725
  • Registro em: 15/09/2011
    Ult. Visita: 11/12/2016
Última Edição: 24 Jul 2013 21:32 por NNunes.
O administrador desabilitou o acesso público de escrita.

A parcela maior de culpa é do consumidor brasileiro que compra 25 Jul 2013 09:17 #198312

Bom dia pessoal,

Não acho justo colocar nenhuma parcela de culpa no consumidor, exceto pelo fato de que ele próprio vota nos indivíduos que deveriam legislar a seu favor, mas nada fazem para melhorar esse quadro.

No ano passado troquei de carro e decidi explorar todas as possibilidades além das 4 montadoras tradicionais. Fui na concessionária de um desses chineses que prometem o carro completíssimo e garantia de 6 anos por um valor bastante atraente. Durante a conversa com a vendedora, acabei "extraindo a fórceps" que a sensacional garantia cobre apenas os defeitos que imobilizem o carro: motor e caixa de marcha. E mais: durante esses seis anos, o proprietário não pode modificar coisa alguma no carro (como instalar central multimídia, etc) sob risco de perder a garantia. Acabei ficando com a impressão de que a garantia de 6 anos não passa de um artifício para obrigar o consumidor a realizar as revisões (pagas, naturalmente) durante todo esse tempo na concessionária: é um custo que deve ser contabilizado no preço total do carro na comparação com outras marcas. E o argumento de que esse custo existiria de qualquer maneira na forma de revisões executadas fora de concessionária não me convence: meu último carro tinha 12 anos e mais de 150.000km, à base de revisões simples, de troca de itens de consumo normal como óleo, correia dentada, freios e amortecedores. Quando finalmente vendi, poderia rodar ainda outros "trocentos" km.

Acabei decidindo por um carro de uma das "4 grandes", que é longe de ser luxuoso mas veio com trio elétrico, dir hidráulica, ar condicionado, Air Bag duplo, ABS, acendimento automático dos faróis, piloto automático, rodas de liga leve e outros mimos como rádio com MP3, bluetooth e USB, etc, por não muito mais que o carro chinês (exatos R$1600 a mais, descontados os 6 anos de revisões na concessionária).

BBL
  • BrunoBL
  • Gerente
  • Joinville - SC
  • BrunoBL's Avatar
  • OFFLINE
  • Postagens: 5070
  • Agradecimentos: 1616
  • Registro em: 11/06/2010
    Ult. Visita: 10/12/2016
Toda ajuda é feita via fórum. Não envie pedido de ajuda por mensagem privativa.
Clique aqui para ajudar a manter o GPSPoint no ar
O administrador desabilitou o acesso público de escrita.

A parcela maior de culpa é do consumidor brasileiro que compra 25 Jul 2013 11:15 #198317

É, se ninguem comprar talvez a fábrica fecha as portas ou então abaixa os preços.
Mas, como já está tudo acustumado desta forma, é irresistível não comprar.
Tanto é que se tornou um baita negócio rentável para as montadoras aqui no Brasil.
Apenas acho que não deveria ter vários tipos do mesmo modelo, por exemplo: 3 tipos de um Vectra, sendo que destes cada um vem mais com opções de cambio manual ou automático e ou Airbag e mais outros acessórios de segurança. Deveria ter só um tipo completo, com todos os itens de segurança e quem quiser comprar que compre. Todas as montadoras fazem isso, do carro pelado ao mais completo.

Mais um detalhe que o consumidor não presta atenção.
Quando vai comprar um carro, só pensa se tem dinheiro para pagar o valor do carro e não pensa que depois tem o valor do IPVA, no Seguro (contra roubo e acidentes), nas manutenções e revisões obrigatórias, combustível, valor das prestações (se for financiado), etc...
Carro com 5 anos de garantia (boa), e nestes próximos 5 anos vamos gastar uma grana enorme, devido a fidelidade das revisões e manutenções na propria concessionária.
  • claudiotrg
  • Colaborador
  • claudiotrg's Avatar
  • OFFLINE
  • Postagens: 1264
  • Agradecimentos: 1073
  • Registro em: 09/11/2010
    Ult. Visita: 10/12/2016
O administrador desabilitou o acesso público de escrita.

A parcela maior de culpa é do consumidor brasileiro que compra 25 Jul 2013 11:54 #198321

[...] cada um vem mais com opções de cambio manual ou automático e ou Airbag e mais outros acessórios de segurança. Deveria ter só um tipo completo, com todos os itens de segurança e quem quiser comprar que compre. Todas as montadoras fazem isso, do carro pelado ao mais completo.

Outra prática detestável é o "pacote" padronizado de opcionais. Muitas vezes queremos apenas o opcional "X", mas só está disponível no pacote "Z", que incorpora outros opcionais que não necessariamente queremos. Isso me cheira a venda casada de opcionais, há lei contra essa prática. Mas a lei é de mentirinha, para inglês ver.

BBL
  • BrunoBL
  • Gerente
  • Joinville - SC
  • BrunoBL's Avatar
  • OFFLINE
  • Postagens: 5070
  • Agradecimentos: 1616
  • Registro em: 11/06/2010
    Ult. Visita: 10/12/2016
Toda ajuda é feita via fórum. Não envie pedido de ajuda por mensagem privativa.
Clique aqui para ajudar a manter o GPSPoint no ar
Última Edição: 25 Jul 2013 11:55 por BrunoBL. Razão: erros de digitação
O administrador desabilitou o acesso público de escrita.
Os seguintes usuários disseram Obrigado: Sherlock
  • Página:
  • 1
Time to create page: 0.360 seconds